Dicas para melhorar a gestão do tempo em casa

É muito comum textos acadêmicos abordarem a falta de tempo dos estudantes para executarem as tarefas solicitadas pela escola. No entanto, pouco se lê sobre a gestão de tempo de quem educa.

Para auxiliar os pais com nossa experiência a organizarem momentos com qualidade emocional e planejar melhor a gestão do tempo em casa em relação a tarefas dos filhos, elaboramos algumas dicas. Vamos a elas?

Em uma escola planejamos as aulas com bastante antecedência.

Adaptaremos dicas fantásticas para seu dia a dia.

O primeiro passo para que tenham um ritmo adequado, com início, meio e fim, o ideal é saber alguns detalhes, como: qual é o tempo total da atividade, postura mediante a situações de convívio, aceitação de novidades, etc!

Quanto tempo vou elencar para cada atividade com meus filhos, seja um exercício, uma discussão ou ainda auxiliar em uma apresentação de trabalho escolar? Quais alternativas terei caso exista imprevistos? Quanto tempo tenho para estar com eles?

Planejamento é sinônimo de disciplina e de organização. Uma boa dica para melhorar a gestão do tempo é, fazer uma análise do que mais gasta tempo e mensurar com a qualidade do emocional, exemplo: Quando meu filho fica muito tempo fazendo determinada atividade, ele se torna mais agressivo, isso significa que a qualidade emocional daquela atividade não equilibra a química que gera a dopamina e serotonina que causa o bem-estar equilibrado evitando a euforia.

Cronometre o tempo de cada atividade e sempre contabilize uma possível participação maior, a cada atividade da criança e adolescente.

Outras perguntas que podemos considerar são:

“O que eu quero transmitir com interação? ”; elenque os objetivos de cada atividade, isso lhe dará um norte certeiro e, caso tenha algum imprevisto, terá em mente o que precisa ser proposto e o que pode ser retirado para atingir esses objetivos no tempo disponível.

“Que informação desejo levar aos filhos? ”

“Como posso transmitir essas informações de maneira que eles tenham interesse pelo assunto? ”.

A partir do momento que você começa a planejar as atividades ganha em número e grau mais qualidade de vida, vai perceber que o ambiente ficará mais leve e você precisará exercer aparente poder cada vez menos. Além disso, os aproximará e conseguirá identificar melhor as necessidades da sua família e o que pode ser feito para melhorar cada vez mais. O importante é nunca parar de aprimorar os relacionamentos.

Use a versatilidade e principalmente a criatividade como aliada.

Pais podem ser ao mesmo tempo um confidente, um mestre, um amigo, um conselheiro e até um comediante, caso perceba que a necessidade do momento é de sorrir e tornar tudo mais leve, afinal, a vida pode ter pitadas de humor, eles são bons nisso!

O mais importante é saber o momento ideal para ‘atuar’ de acordo com o roteiro, ou seja, é preciso controlar os momentos de pausa, os momentos em que participarão e os momentos em que será finalizada a atividade.

Utilize ferramentas para gerir melhor o tempo.

Preencher quadros complexos de horário, confundem se não estiverem acostumados, robotiza em demasia.

Direcione a discussões em casa, no carro, no almoço, no shopping….

Para evitar atropelos ou que um fale mais que o outro, conduza a discussão de forma equilibrada.

Use frases do tipo “Alguém quer fazer mais um comentário? ”, “podemos mudar o assunto para……..”. Isso parece sutil, mas tem o efeito de organizar melhor as participações.

Se pretende que a maioria continue envolvida, deve exercer esse papel de mediador, naturalmente.

E então? Você já sabe como melhorar a gestão do tempo em seu lar?

Estamos à disposição para auxiliar! Conte com a gente!