Importância do ENEM para ingressar na faculdade

O ENEM vem ganhando um grande destaque ao longo dos anos. No início, quando foi criado em 1998, era considerado apenas um meio para analisar o desempenho do Ensino Médio de uma forma geral. Hoje, ele é um dos principais meios para entrar em uma faculdade, tanto particular quanto pública.

Você sabe como funciona o ENEM?

ENEM significa Exame Nacional do Ensino Médio. É uma prova composta por 4 áreas do conhecimento, sendo elas Ciências Humanas e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias. Além disso, é preciso fazer uma redação, de no máximo 30 linhas, sendo um texto dissertativo-argumentativo a partir de uma situação-problema (política, social ou cultural).

As inscrições são feitas em maio e a prova realizada no começo de novembro.

Com a nota do ENEM, é possível realizar o cadastro no sistema Sisu (Sistema de Seleção Unificada) para concorrer a vagas em universidades públicas, nas modalidades Ampla Concorrência ou com cotas que são divididas em 15 modalidades (L1 A L15). Somando mais um ponto ao Exame Nacional do Ensino Médio, vale ressaltar que a nota também pode ser utilizada para ingressar diretamente em universidades particulares, muitas vezes garantindo benefícios como bolsas de estudo de porcentagem variada de acordo com a nota do candidato.

Com a criação do ProUni (Programa Universidade para Todos), em 2004, a nota obtida no Enem passou a ser utilizada para a obtenção de bolsas de estudos integrais e parciais em cursos de graduação em universidades e faculdades particulares.

O Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) pode ser uma alternativa para aqueles que não têm como bancar os custos de mensalidade de uma faculdade particular e precisam financiar o curso.

É preciso passar por um processo seletivo e fazer a inscrição exclusivamente pela internet. Para se inscrever, é preciso ter participado do Enem a partir de 2010, ter a média igual ou superior a 450 no exame e não ter zerado a redação. É necessário possuir renda mensal familiar bruta por pessoa específica (até três ou cinco salários mínimos).

Além disso, é possível ingressar em universidades do exterior, como Portugal. Nestes casos, o ENEM funciona como porta de entrada substituindo vestibulares dos respectivos países e universidades participantes, ou como no Reino Unido, onde o Ensino Médio tem 4 anos de duração, a nota pode ser utilizada para suprir o 4° ano.

Em alguns países as universidades locais podem ainda pedir a realização do exame próprio de entrada e o de proficiência na língua.

Confira algumas universidades que aceitam o ENEM como forma de ingresso:

– Instituto Politécnico de Leiria

– Universidade de Coimbra

– Universidade de Lisboa

– Universidade da Madeira

– Universidade dos Açores

– Universidade de Oxford

– Universidade de Bristol

– Universidade de Toronto

– University College Cork

 

 

FONTES:

QueroBolsa

Academia QEdu

PasseiWeb