Alimentação Saudável: Importância e Como Estimular

Uma alimentação equilibrada ao longo da vida é extremamente importante. Independente da idade vai garantir o crescimento e desenvolvimento, além da manutenção da saúde e do bem estar de todos.

Com isto em mente, podemos dizer que existem períodos da vida onde é essencial que essa alimentação seja equilibrada, como na fase infantil. As crianças e adolescentes estão em fase de crescimento, desenvolvimento, formação da personalidade e os hábitos alimentares que influenciam diretamente em todas as outras áreas citadas.

Estudos apontam que o bom hábito alimentar começa na nutrição adequada durante a gestação na saúde do bebê e da mãe. A dieta equilibrada de ambos os pais antes e materna durante a gestação, afeta diretamente a saúde do bebê, tendo efeitos para toda a vida.

Não é segredo algum que por muitos anos a alimentação infantil foi estimulada por guloseimas, como se os pequenos não precisassem dos nutrientes e vitaminas contidos nos alimentos como frutas e vegetais.

Sabemos que a correria do dia a dia influencia diretamente na qualidade da alimentação tanto da criança e do adolescente, quanto dos pais. Vale ressaltar a ineficiência de tentar equilibrar a dieta das crianças com alimentos mais saudáveis sem que a dos próprios pais também sejam.

Os adultos são exemplos para os pequenos e por este motivo, para que eles tenham hábitos mais saudáveis, os pais devem adquirir bons hábitos alimentares também. Vale lembrar que as refeições devem ser momentos de descontração e prazer, não se deve forçar a criança comer mais do que quer ou algo que não acredite ser apetitoso. Nestes casos, recomendamos que teste outros tipos para encontrar o que mais agrada.

Vamos deixar agora algumas dicas para facilitar todo o processo

Pode parecer difícil conciliar a alimentação equilibrada com a correria do dia a dia, mas uma excelente forma de estimular a boa alimentação dos pequenos é deixá-los participar dos processos. Leve-os ao supermercado, apresente as características dos grupos de alimentares, ensine onde e como escolher os melhores produtos.

Para finalizar, vamos deixar algumas dicas para facilitar todo o processo:

Segundo a apresentadora e nutricionista Gabriela Kapin, existem cinco mandamentos que toda criança precisa seguir para uma alimentação saudável:

  1. Fazer as refeições sentados à mesa – como falamos anteriormente, a refeição deve ser um momento de prazer em família, sentados à mesa, estimula a boa alimentação, constrói momentos de diálogo e interação, além de estar na melhor posição para se comer.
  2. Comer sem distração – Como dizem “a hora da refeição é uma hora sagrada”, não se deve comer assistindo televisão, mexendo no celular ou com brinquedos. É preciso concentração ao que está comendo, para melhor ingestão e digestão dos alimentos.
  3. Saber e conhecer o que está comendo – ensine desde cedo a criança o nome dos alimentos e a importância deles para nosso corpo, não tente enganá-la para comer algo que não conhece, é preciso ensinar a comer bem e não manipular a criança.
  4. Ter cinco cores no prato – São as vitaminas e nutrientes que dão cor aos alimentos, ter um prato colorido significa ingerir uma variedade destes nutrientes.
  5. Experimentar novos alimentos – Sempre! É bom comermos coisas novas, fazer disso um hábito amplia nosso repertório e evita aquele “não gosto” sem nunca ter comido. Faça disso um jogo e será muito divertido.

A adaptação de todos pode ser gradual e mudanças sempre exigem um pouco mais da nossa atenção, mas no final a recompensa de uma vida mais saudável e feliz compensa toda a dedicação!

 

FONTES DE PESQUISA:

Consumo alimentar e adequação nutricional em crianças brasileiras

Alimentação Saudável Na Infância

Eu Sem Fronteiras